Sem categoria

ZMA e testosterona

O ZMA é uma marca patenteada de suplemento que tem em sua fórmula a combinação de 30 mg de aspartato de monometionina de zinco, 450 mg de aspartato de magnésio e 10,5mg de vitamina B6 na porção indicada para homens.
É comercializado com o objetivo de promover aumento na produção de pré-hormônios como a androstenediona e o androstenediol, que são precursores para a síntese de testosterona, um dos hormônios mais anabólicos presentes no corpo humano.

O zinco contido na fórmula, é um mineral anabólico necessário para a produção de hormônio do crescimento (GH) e da testosterona. É essencial ao nosso organismo, capaz de aumentar a produção de testosterona a partir da androstenediona. Ele é encontrado em altos níveis na hipófise, que por sua vez é fonte do hormônio do crescimento (GH) e estimula a produção de fatores de crescimento como IGF-1. Participa com ação reguladora para a síntese proteica, replicação de ácidos nucleicos, divisão celular, ação da insulina e hormônios do timo, tiroide, suprarrenal e testículo. O zinco é um antioxidante não enzimático, os antioxidantes são responsáveis pela fertilidade e o zinco desempenha funções específicas para o crescimento, maturação sexual e reprodução do homem. Está vinculado com a maturação do esperma no epidídimo, funções antibacterianas, estabilização da membrana e na motilidade do espermatozoide.

O magnésio auxilia na oxigenação do tecido muscular e ativa enzimas necessárias para o metabolismo dos carboidratos e aminoácidos, assim como a melhora do sono, o indivíduo passa mais tempo no período de sono chamado REM (Rapid Eye Movement ou movimento rápido dos olhos), fase responsável pela maior produção de GH e testosterona e é a principal fase de repouso e recuperação da musculatura. O magnésio tem muita afinidade com a globulina de ligação do hormônio sexual (SHBG), gerando maior biodisponibilidade de testosterona livre.

Já a vitamina B6 promove melhor absorção do zinco e do magnésio, além de sua propriedade de auxiliar no metabolismo das proteínas.

A junção de todos esses componentes em um único produto favorece dentre outras coisas o sono, o aumento da força muscular, melhora a fase de recuperação do tecido muscular e aumenta o desempenho em exercícios de resistência.

Em homens saudáveis a produção máxima de testosterona ocorre até os 30 anos de idade, tendo decréscimo que se torna mais acentuado com o passar dos anos. As mulheres saudáveis possuem naturalmente baixa produção deste hormônio durante toda a vida. Indivíduos que já fizeram uso de esteroides anabolizantes podem ter prejuízo na produção natural de testosterona. Sendo o ZMA um suplemento mineral cofator para a produção endógena de testosterona, pode ser indicado para as situações acima mencionadas, onde há baixa produção hormonal.

O nutricionista detém conhecimento dietético para adequações nutricionais e suplementares. Busque ajuda desse profissional para adequar as estratégias de acordo com as suas necessidades.

Este texto foi escrito por Suélika Carvalho, integrante da equipe de nutrição da SNC-Salvador, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido. Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail: nutricao@sncsalvador.com.br. Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor. Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador).

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.