Sem categoria

Cafeína e desempenho físico

A busca pelo melhor desempenho esportivo é cada vez maior, seja por atletas de alto rendimento ou por desportistas, como por exemplo praticantes de musculação. Nessa busca, ocorre a utilização de recursos ergogênicos, que são substâncias utilizadas na tentativa de aumentar a potência física e mental, consequentemente atingindo-se os objetivos de maneira mais rápida e eficaz.
Um destes recursos utilizados é a cafeína (1, 3, 7 – trimetilxantina), uma substância que não apresenta valor nutricional, sendo classificada como um alcalóide farmacologicamente ativo, estimulante do sistema nervoso central. A cafeína está presente em muitas bebidas e alimentos, como por exemplo grãos de café, chocolate, nozes de cola, guaraná, entre outros, e também é obtida através de suplementos nutricionais. Os principais objetivos do uso dessa substância são a diminuição da fadiga e a melhora da perfomance, além da sua influência na composição corporal, pois a cafeína é um importante termogênico.
Alguns dos efeitos comprovados da cafeína para o desempenho físico incluem: Aumento da atenção e da concentração mental, melhora do humor, diminuição do tempo de reação (resposta mais rápida), aumento da liberação de catecolaminas, por exemplo adrenalina e aumento da mobilização de ácidos graxos livres favorecendo o emagrecimento.
A cafeína produz efeitos analgésicos sobre o sistema nervoso central e exacerba a excitabilidade dos motoneurônios, facilitando assim o recrutamento das unidades motoras dos músculos, contudo os efeitos estimulantes da cafeína não são devido a sua ação direta sobre o sistema nervoso central, na realidade a cafeína induz uma estimulação indireta por bloquear os receptores e impedir a ação da adenosina, uma substância que exerce um efeito calmante sobre os neurônios do cérebro e da medula espinhal.
Por essa ação de bloqueio dos receptores de adenosina, ocorre a inibição da enzima fosfodiesterase, e a partir daí ocorre toda uma cascata de reações que resulta na lipólise, degradação da molécula gordura, deixando mais ácidos graxos livres na corrente sanguínea. O aumento da disponibilidade dos ácidos graxos livres, facilita a oxidação da gordura, logo promovendo o emagrecimento e ainda promove a poupança de glicogênio muscular, o que supostamente, reduz a fadiga muscular, possibilitando um melhor rendimento em exercícios prolongados de alta intensidade.
Além disso, a cafeína age diretamente sobre o músculo através do aumento da permeabilidade do retículo sarcoplasmático aos íons de cálcio e essa facilitação da ação do cálcio otimiza a contração muscular.
Através da estimulação do Sistema Nervoso Simpático, a cafeína interfere no funcionamento da medula adrenal, aumentando a liberação das catecolaminas, como a adrenalina e norepinefrina, responsáveis por efeitos como a vasodilatação, a glicogenólise e o broncodilatação. A broncodilatação dos alvéolos, assim como a dilatação dos vasos sanguíneos aumentam a chegada de oxigênio e nutrientes as células, retardando a fadiga. A cafeína ainda, exerce uma estimulação direta sobre o miocárdio, provocando aumento no rendimento cardíaco, na força de contração e frequência.
Diversos estudos têm apontado a cafeína como um eficiente recurso ergogênico para a melhoria do desempenho durante os exercícios e também para redução de gordura corporal, têm-se observado que para a obtenção desses resultados a ingestão aguda de doses entre 5 e 6 mg/kg de peso corporal tem obtido os melhores efeitos.

 

Este texto foi escrito por Vitória Melo, integrante da equipe de nutrição da SNC-Salvador, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido. Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail: nutricao@sncsalvador.com.br. Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor. Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador).

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.