Sem categoria

Suplementos nootrópicos: “Mente sã, corpo são”

Frequentemente o estresse, a ansiedade e as preocupações diárias podem desequilibrar a mente e o corpo, prejudicando memória, concentração, foco e bem-estar geral.  Os nootrópicos são medicamentos e suplementos utilizados para melhorar as capacidades cognitivas. Os suplementos nootrópicos (ervas, aminoácidos e vitaminas), encontrados de forma isolada ou associados a outros suplementos, fazem isto de maneira natural, ou seja, sem efeitos colaterais.

De modo geral, os benefícios que esses estimulantes cerebrais apresentam para a memória, motivação, concentração e humor são relacionados à melhora do fluxo sanguíneo cerebral; fornecimento de precursores importantes para o cérebro; estímulo à neurogênese; fornecimento de nutrientes que podem estar em déficit; aumento da plasticidade cerebral etc.

Algumas substâncias com esse potencial efeito cognitivo têm sido estudadas ao longo dos anos. Dentre elas temos:

1 – Creatina: Composto guanidínico (ácido alfa-metil guanidino acético) sintetizado pelo organismo a partir de 3 aminoácidos (arginina, glicina e metionina). É o suplemento mais estudado e seguro, utilizado no esporte para melhorar o desempenho físico e utilizado na clínica para diversas situações, inclusive neurológicas. Estudos relatam que uma dose diária de 5g de creatina foi capaz de aumentar o consumo de oxigênio pelas células cerebrais atuando como um nootrópico (melhorou memória, inteligência e velocidade de processamento).
2 – Taurina: É um aminoácido relacionado ao neurotransmissor GABA (ácido gama-aminobutírico).
Estimula os neurônios, liberação e formação de GABA, ativando os receptores do cérebro para o neurotransmissor e modulando a sua ação. O GABA reduz tensão, além de inibir ansiedade e insônia. A taurina tem se mostrado eficaz na redução da neurotoxicidade em doenças como Alzheimer; na melhora da aprendizagem e estímulo a neurogênese.
3 – Acetil L- Carnitina (ALCAR): Derivado acetilado do aminoácido carnitina. Promove síntese e liberação de acetilcolina – neurotransmissor primário para o aprendizado e funcionamento adequado da memória. Pode melhorar clareza, atenção, reflexos, coordenação visual, velocidade de processamento de informações, concentração, humor e memória. Apresenta também propriedades antidepressivas. A ALCAR, diferentemente das outras formas de carnitina, tem a capacidade de cruzar a barreira hematoencefálica, assim, sai da corrente sanguínea para o cérebro mais facilmente.
4 – Tiptofano: Aminoácido precursor da serotonina e da melatonina, aumenta a memória e capacidade de concentração, além de combater transtornos mentais como depressão, ansiedade, TDAH e TOC.
5 – Tirosina: Aminoácido precursor da dopamina. A dopamina é um neurotransmissor que auxilia no foco e na motivação. Baixos níveis de dopamina estão relacionados à fadiga, desânimo, mal humor e dificuldade de concentração.
6 – Teanina: A L-teanina, muito encontrada no chá verde, pode atuar como um ansiolítico. Ela aumenta os níveis dos neurotransmissores serotonina, dopamina e GABA e, assim, melhora o humor e o aprendizado.
7 – Panax Quinquefolius (Ginseng): É uma erva tradicional chinesa e cultivada também na América. Estudos relacionam o seu consumo com a melhora da memória e clareza mental.
8 – Ginkgo Biloba: É uma árvore utilizada com fins medicinais. Aumenta a circulação sanguínea no cérebro, possui ação antioxidante, melhora a memória, concentração e reduz os sintomas de fadiga, depressão e ansiedade.
9 – Rhodiola Rosea (Raiz de ouro): É um adaptógeno, assim melhora a capacidade de suportar o estresse físico ou psicológico, além de aumentar os níveis de serotonina, norepinefrina e dopamina.
10 – Picamilon: Originalmente criado na Rússia, o picamilon é a combinação de niacina (vitamina B3) e GABA. Estudos relacionam esse suplemento à melhora de enxaquecas, depressão e ansiedade. O GABA produz resposta ansiolítica,sem potencial sedativo, enquanto a niacina melhora o fluxo sanguíneo cerebral.
11 – Vimpocetina: Extraída a partir da folha da planta pervinca, e produzida a partir da vincamina, está relacionada ao aumento do fluxo sanguíneo no cérebro, redução da inflamação e equilíbrio nos níveis de neurotransmissores.
12 – Ômega-3 e Mega DHA: O ácido docosa-hexaenoico (DHA) é componente estrutural do cérebro, em regiões responsáveis pela memória, linguagem, criatividade, emoção e atenção. Estudos relacionam a suplementação de ômega 3 (EPA + DHA) à prevenção de doenças neurodegenerativas como Alzheimer e Parkinson.

O uso de suplementos deve estar associado a hábitos alimentares saudáveis.Eles servem apenas para otimizar os exercícios diários realizados para a mente e para o corpo. Além do mais, cada organismo reage de uma forma. Para melhor qualidade de vida, consulte um nutricionista.

Este texto foi escrito por Lorraine Brasil, integrante da equipe de nutrição da SNC-Salvador, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido. Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail: nutricao@sncsalvador.com.br. Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor. Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador).

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.