Sem categoria

Suplementação para Cirurgia Bariátrica

A obesidade é considerada um problema de saúde pública diante da incidência de proporções pandêmicas na população. Dados de 2014 apontam que cerca de 13% da população mundial adulta sofre dessa doença. Dentre outras formas de tratamento da doença, a cirurgia bariátrica é tido como o mais efetivo contra obesidade do tipo mórbida, visto que promove a perda de peso prolongada (cerca de 20-35% de perda de peso inicial dentro de 12 a 18 meses após a cirurgia) e redução das comorbidades relacionadas à obesidade e melhor qualidade de vida. Em comparação com outros tratamentos da obesidade, a cirurgia bariátrica promove maior perda de peso e alta taxa de remissão de Diabetes Mellitus do tipo 2 e Síndrome Metabólica, comorbidades associadas à obesidade.

De acordo com a Sociedade Americana de Cirurgia Metabólica e Bariátrica, é necessária a avaliação clínica sistemática e apropriada para identificação do paciente para realização da cirurgia, bem como uma equipe de saúde disciplinar, envolvendo médicos, nutricionistas, enfermeiros, profissionais de saúde mental, entre outros, tanto no pré quanto no pós-operatório. Por isso, a seleção dos candidatos para realização da cirurgia bariátrica é bastante rigorosa assim como a avaliação nutricional, acompanhamento dietético e comportamental são de extrema importância para preparação e garantia do sucesso da cirurgia. No entanto, grande parte dos indivíduos submetidos à cirurgia bariátrica desenvolvem deficiências nutricionais, muitas vezes já observadas antes da cirurgia, e sintomas gastrointestinais. Isso acontece devido à restrição alimentar com a cirurgia e alterações anatômicas e fisiológicas que trazem prejuízo às vias de absorção e ingestão alimentar. As principais deficiências nutricionais descritas na literatura incluem níveis diminuídos de vitamina D, ferro, ácido fólico, tiamina e vitamina B12, a depender muito do tipo de procedimento cirúrgico utilizado. Diante disso, o acompanhamento dietético e utilização de suplementos são de extrema importância antes e após a realização da cirurgia. Desse modo, na prática clínica, a suplementação de alguns nutrientes se faz muito importante para corrigir ou prevenir tais deficiências.
A suplementação de vitaminas e minerais é essencial, pois esses nutrientes são importantes para diversos processos metabólicos, inclusive para regulação do peso corporal, do apetite, da absorção de nutrientes, processos metabólicos, entre outros. No entanto, a suplementação de vitaminas e minerais deve levar em consideração alguns aspectos para garantir a biodisponibilidade adequada, como pH gastrointestinal, forma de apresentação do suplemento, enzimas digestivas necessárias, integridade intestinais e de superfície absortiva, vias de administração e dosagens. Para tal, torna-se necessária a realização de acompanhamento nutricional antes, durante e após a cirurgia e avaliação das dosagens necessárias.
Quanto aos macronutrientes, a deficiência de proteína e de aminoácidos essenciais é a mais severa devido aos procedimentos cirúrgicos que levam à má absorção desse macronutriente. Nesse contexto, estudo verificou que a suplementação de whey protein possibilitou maior perda de gordura corporal e menor perda de massa muscular.
Por fim, muitos estudos têm demonstrado o efeito positivo da utilização de probióticos e simbióticos para prevenção de complicações infecciosas após cirurgias gástricas, como a bariátrica, para diminuir o risco de translocação bacteriana. Além disso, estudo em animais observou que o uso de probióticos em pacientes submetidos à cirurgia bariátrica induziu maior perda de peso, provavelmente devido a regulação da composição da microbiota no pós-operatório.
Desse modo, os diversos tipos de procedimentos de cirurgias bariátricas promovem alterações tanto fisiológicas quanto anatômicas que podem desencadear deficiências nutricionais e sintomas gastrointestinais. Por isso, o acompanhamento multidisciplinar e utilização de suplementos são necessários para garantir o sucesso da operação, maior perda de peso e, consequentemente, melhor qualidade de vida para esses pacientes.

Esse texto foi escrito por Laís Barreto Vieira, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido. Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@sncsalvador.com.br. Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.
Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador).

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.