Sem categoria

Canela em pó e controle glicêmico

A canela é uma especiaria obtida a partir da casca interna de árvores do gênero Cinnamomum. As mais comuns são a Cinnamomum zeylanicum e Cinnamomum aromaticum. Essa especiaria é comumente utilizada em alimentos com o objetivo de temperar e dar sabor especial à comida.
No processo de extração e fabricação, a canela pode ter como forma final o pó ou pau, como é popularmente conhecida. O sabor particular da canela faz com que ela seja o toque principal de algumas preparações, além de ser facilmente reconhecida pelo paladar.
Além de todo o potencial culinário que a canela possui, outros benefícios importantes para a saúde vem sendo estudados nessa especiaria. Um desses benefícios é o controle glicêmico, ou seja, a manutenção dos níveis adequados de glicose no sangue.
O número de indivíduos que apresentam diabetes mellitus tipo 2 e descontrole nos índices glicêmicos está aumentando cada vez mais nos dias atuais. Junto com o diabetes mellitus, diversos outros problemas surgem com maior facilidade, como doenças cardiovasculares e hipertensão. Por isso, o controle dos níveis de glicose ou a compensação nos casos dos indivíduos diabéticos é essencial para a melhora da qualidade de vida.
A canela tem demonstrado ser um produto natural com potencial efeito no controle glicêmico, reduzindo os níveis de glicemia pós prandial e glicemia de jejum, tanto em indivíduos saudáveis como em indivíduos diabéticos. Esse controle está sendo relacionado aos compostos presentes na canela, como os polifenóis, responsáveis por sensibilizar os receptores de insulina em estudos experimentais, e o cinamaldeído, composto da canela que é responsável por estimular a liberação de insulina, além de aumentar a sua sensibilidade. Os compostos presentes na canela são responsáveis por estimular a expressão de receptores de peroxisomos (PPARs), que também agem na regulação da resistência a insulina.
Os mecanismos que explicam o controle glicêmico através da canela são muitos, mas ainda vêm sendo estudados para verificar a real maneira pela qual eles agem, mas a redução nos níveis de glicemia pós prandial e glicemia em jejum são confirmados por estudos científicos e podem beneficiar tanto a população diabética, quando a população em geral. Para melhor adequar este fitoterápico em sua rotina, consulte um nutricionista.

Este texto foi escrito por Rafael Teixeira, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido.
Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@sncsalvador.com.br
Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.
Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador).

2 comentário

Glenda 2 de junho de 2017 at 13:25

Texto muito bom!! Muito bom saber que a canela tem essas propriedades! Não gostava muito de canela, mas hoje em dia uso em várias refeições! Parabéns

Responder
Rafael Teixeira 9 de junho de 2017 at 23:20

Que bom Glenda, a canela é realmente um excelente produto.

Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.