Sem categoria

Dor Muscular Tardia

A Dor Muscular Tardia (DMT) acomete praticantes de exercícios físicos, especialmente os iniciantes ou aqueles que mudam o protocolo de treinamento. A dor muscular surge nas primeiras horas após o treino e pode se prolongar até por 72 horas. A DMT prejudica a qualidade de vida destes praticantes e também pode comprometer o desempenho dos treinos futuros.

A DMT ocorre devido às lesões nas fibras musculares que levam ao extravasamento de componentes que sinalizam a sensação de dor. Além disso, o processo inflamatório decorrente e a produção de radicais livres acentuam a dor. Alguns estudos sugerem a utilização de alguns suplementos e alimentos para redução da DMT, como os Aminoácidos de Cadeia Ramificada (BCAA); Beta-hidroxi-beta-metilbutirato (HMB); e antioxidantes.

Os BCAA (Valina, Leucina e Isoleucina) são aminoácidos essenciais bastante requisitados durante o exercício físico como substrato energético para a musculatura esquelética. A suplementação de BCAA antes do treino na dosagem de 100mg/kg de peso corporal tem-se mostrado efetiva para reduzir de dor muscular tardia, pois diminui o catabolismo da musculatura esquelética durante o treino, além de reduzir a fadiga periférica e central. A utilização de BCAA após treino também é efetiva para redução de DMT, pois age na sinalização da síntese proteica, portanto da recuperação muscular, principalmente devido à ação da leucina.
O HMB é um metabólito da leucina e age tanto no estímulo a síntese proteica, quanto como anticatabólico muscular; ele bloqueia a via proteolítica dependente de ubiquitina/proteassoma, um sistema de catabolismo muscular frequente em exercícios físicos intensos. A suplementação de HMB é resolutiva na dose de 3g/dia, fracionado ao longo dia em três doses, sendo que uma dose deve ser administrada cerca de uma hora antes do treino.
Como já citado anteriormente, os radicais livres produzidos no exercício físico também promovem DMT; alguns estudos trazem o consumo de alimentos ricos em antioxidantes como as frutas antes e/ou depois do exercício físico ou de suplementos de vitaminas C e E, por exemplo. No entanto, mesmo que os antioxidantes possam diminuir a dor muscular tardia, eles diminuem a sinalização de síntese proteica, não sendo interessante para aqueles que têm objetivo de hipertrofia muscular.

Inúmeras estratégias podem ser aplicadas para a melhoria da qualidade de vida e desempenho dos treinos, no entanto é crucial o acompanhamento com Nutricionistas e Educadores Físicos para que os resultados sejam atingidos e respeitando as individualidades bioquímicas e físicas de cada pessoa.

Este texto foi escrito por Ismael Oliveira, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido.
Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@sncsalvador.com.br
Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.
Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador).

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.