Sem categoria

Indice Glicêmico x Carga Glicêmica

Atualmente o consumo de carboidratos é alvo de diversos questionamentos. Sabe-se que os carboidratos tem como principal função na alimentação fornecer energia através da glicose. A glicose, por sua vez, quando aumenta as suas concentrações na corrente sanguínea, estimula a liberação de insulina pelo pâncreas. A insulina tem papel essencial na captação de glicose para os tecidos (conjunto de células), onde após a captação, pode ser oxidada para gerar energia e caso não haja demanda, é estocada como reserva energética, sob a forma de glicogênio. Porém, quando os estoques de glicogênio já estão cheios, o excesso de glicose é transformado e estocado como gordura. Logo, o excesso de consumo de carboidratos favorece o aumento do percentual de gordura corporal. Estar atento a quantidade e a qualidade do carboidrato consumido é fundamental para quem almeja melhora da composição corporal.

O termo índice glicêmico (IG), refere-se ao impacto do carboidrato presente no alimento na concentração de glicose plasmática. Este valor é obtido através da relação entre a área abaixo da curva de resposta glicêmica duas horas após o consumo de uma porção do alimento teste e a área abaixo da curva de resposta glicêmica correspondente ao consumo de uma porção do alimento referência (glicose ou pão branco). O valor obtido nesta relação é multiplicado por 100 e se obtêm a porcentagem. Quanto maior o consumo de alimentos com índice glicêmico elevado, maior resposta glicêmica, enquanto que em refeições de baixo índice glicêmico, ocorre o contrario.

Contudo, outro fator que é pouco levado em conta e que tem relevância tão importante ou até maior que o índice glicêmico é a carga glicêmica (CG). A CG é o impacto total de determinada quantidade de carboidrato sobre a glicose plasmática, tendo em vista tanto o IG quanto a quantidade de carboidrato disponível no alimento. Este conceito é mais abrangente e fidedigno para avaliar um alimento isoladamente, já que envolve tanto quantidade como qualidade do alimento, sendo mais eficiente do que utilizar somente o IG.

Em síntese, o IG é a velocidade com que determinado alimento chega sob a forma de glicose na corrente sanguínea, estimulando assim a insulina. Logo, carboidratos de alto IG são utilizados como energia mais rapidamente e tendem a ser estocados como gordura mais facilmente. A CG é medida que leva em consideração não apenas a velocidade, mas a quantidade de carboidratos presentes no alimento. Portanto um alimento com alto IG e baixa CG pode ter o mesmo efeito que um com baixo IG consumido em grandes quantidades. Um ótimo exemplo é a melancia, que causa pouco impacto nas concentrações de insulina e glicose, pois apesar de ter um alto IG, possui uma baixa quantidade de carboidrato por porção, o que confere a ela uma baixa CG.

Por isso, para pessoas que buscam melhora da composição corporal, estar atento não apenas ao IG e sim a CG é fundamental para obtenção de resultados satisfatórios. Consumir alimentos com baixo IG e CG pode ser de grande valia para quem busca redução do percentual de gordura corporal. Para maiores orientações procure sempre um Nutricionista, pois este é o profissional mais capacitado para orienta-lo da melhor forma e traçar a melhor estratégia para o seu objetivo.

Este texto foi escrito por Nicolas Riela, integrante da equipe de nutrição da SNC-Salvador, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido. Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail: nutricao@sncsalvador.com.br. Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor. Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador).

2 comentário

Paulo Almeida 19 de julho de 2017 at 03:10

Bem objetivo e explicou muito bem. Eu que não sou da área de saúde entendi perfeitamente! Parabéns, equipe!

Responder
Nicolas 19 de julho de 2017 at 11:20

Obrigado! O objetivo dos nossos textos são facilitar o entendimento do publico em geral quanto a assuntos relacionados a nutrição.

Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.