Sem categoria

Carboidratos e Doenças Cardiovasculares

Atualmente, as Doenças Cardiovasculares (DCV) são as principais causas de morte no Brasil e no mundo. Representa cerca de 31% do total de mortes, equivalendo a 17,3 milhões de mortes por ano em todo o mundo.
Dentre os fatores de risco modificáveis para essa classe de doenças figuram a dislipidemia, tabagismo, Hipertensão Arterial Sistêmica, Diabetes Mellitus, estresse psicossocial, inatividade física, obesidade e dietas não saudáveis, em especial as ricas em gorduras saturadas. E por isso, o tratamento preventivo pode reduzir substancialmente a mortalidade, o número de pessoas que desenvolvem a doença e consequentemente os custos ao sistema de saúde.
A relação entre o alto consumo de gorduras saturadas e o desenvolvimento de DCV é bem estabelecida. Assim, a recomendação primária do tratamento preventivo é a redução do consumo desse tipo de gordura, restringindo a 7% do total de energia diária provenientes da alimentação. Em paralelo, recomenda-se o consumo de gorduras poli e monoinsaturadas a fim de reduzir o risco de eventos cardiovasculares (Doença Arterial Coronariana – DAC, Acidente Vascular Cerebral – AVC, Doença Arterial Obstrutiva Periférica ou Insuficiência Cardíaca).
Porém, nos últimos anos, alguns estudos sugerem a associação entre o consumo de alimentos refinados, ricos em carboidratos simples, e o aumento do risco de eventos cardiovasculares. Pois, a substituição da gordura saturada por estes tipos de carboidratos tem menor capacidade de reduzir o colesterol total e a fração LDL colesterol.
Dessa maneira, para a prevenção e tratamento das DCV é importante considerar o contexto de ingestão de gorduras saturadas, e não apenas a redução. Uma dieta equilibrada, rica em cereais integrais, fibras e gorduras de boa qualidade é imprescindível para o êxito do tratamento.
Este texto foi escrito por Helen Costa, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido.
Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@sncsalvador.com.br
Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.