Sem categoria

Dieta HiFi: conheça os benefícios!

Longe de ser mais uma dieta da moda a HiFi, ou High Fiber, do inglês, nada mais é do que um perfil dietético que, como sugere seu nome, valoriza o incremento de fibras na alimentação. O seu objetivo, muito simplesmente, é oferecer benefícios à saúde dos seus adeptos. Mas por que as fibras? Bem, através dos diversos meios de comunicação que dispomos hoje, muito tem se falado sobre as fibras e  dietas que aumentam o seu teor são comprovadamente interessantes para a manutenção de uma vida saudável e o tratamento de algumas comorbidades também, como a obesidade, câncer de intestino, “prisão de ventre” e colesterol elevado.

Na verdade, na época de Hipócrates (400 a.C) já se reconhecia as propriedades laxativas dessa macromolécula, sendo referida como capaz de favorecer o trânsito do intestino, mesmo sem estar claro ainda de que maneira isso ocorreria.  Estudos mais recentes reforçam esses pensamentos, demonstrando, por exemplo, menor índice de doenças intestinais em populações que têm esse nutriente muito presente na mesa.

A base da dieta High Fiber (alto teor de fibra) é a alimentação que prioriza o consumo de fontes de fibras alimentares, neste caso, os alimentos de origem vegetal. Isso tem sido muito notório para a saúde e o emagrecimento justamente porque ao aumentar o consumo de vegetais consequentemente ingere-se maior quantidade de nutrientes importantes, como os minerais, as vitaminas  e os nossos queridos  fitoquímicos. Além disso,  naturalmente, elimina-se uma boa parte de gorduras e carboidratos que aumentam o teor calórico dos alimentos, por ajudar a eliminação de gorduras através do intestino, aumentar a saciedade e por consequência, levar ao menor consumo de alimentos. Diabéticos também beneficiam-se do consumo de fibras por retardar o aumento dos níveis de glicose no sangue, controlando melhor o “açúcar” no corpo.

Um bom planejamento dessa e de qualquer estratégia precisa do acompanhamento do nutricionista para que este, diante de suas competências organize adequadamente a distribuição de proteínas, carboidratos e lipídeos, otimize também o consumo de grã0s integrais, excelentes fontes de fibras e a partir disso criar uma alimentação prazerosa e saudável, sem ideais restritivos e monótonos.

Este texto foi escrito por Juliana de Andrade, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido. Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor. Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador).

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.