Sem categoria

Chá verde: Aplicabilidades

O chá verde é derivado da planta Camellia Sinensis e é rico em polifenóis tais como epicatequina, galato de epicatequina, epigalocatequina e galato de epigalocatequina (EGCG). Devido ao seu potencial antioxidante e anti-inflamatório ele vem sendo utilizado para prevenção e tratamento de doenças, além de ser utilizado para emagrecimento, melhora de desempenho em atletas ou para atenuar os malefícios decorrentes de exercícios exaustivos.
Inúmeros estudos trazem respostas positivas do chá verde no que diz respeito à potencialidade antioxidante, mais precisamente na otimização do potencial antioxidante endógeno (Catalase, Glutationa peroxidase, Superóxido dismutase). Sendo interessante, por exemplo, para praticantes de exercícios exaustivos em que há produção excessiva de radicais livres, onde há estresse oxidativo e propensão a lesões ou ainda, colaborar para a fadiga durante o treino.
Outra aplicabilidade pertinente para o chá verde é o emagrecimento, também devido a sua ação antioxidante e anti-inflamatória. Visto que a obesidade é mediada por citocinas inflamatórias no tecido adiposo, decorrente de uma alimentação inadequada excessiva, dentre outros fatores. Toda esta cascata inflamatória é um gatilho para inúmeras desordens metabólicas, tais como Diabetes mellitus, resistência a insulina, desregulação da ingestão alimentar e doenças cardiovasculares. Outro mecanismo relevante ao emagrecimento é decorrente da ação da catequina EGCG. A EGCG é o polifenol mais ativo do chá verde, apresentando 50% do teor de catequinas. Esta substância tem um efeito sobre a inibição da catecol-O-metiltransferase, uma enzima que degrada a adrenalina, prolonga assim a ação desta catecolamina liberada no exercício ou após o uso de suplementos termogênicos à base de cafeína. A adrenalina medeia o aumento do gasto energético e da oxidação de gordura. Dessa forma, combinar cafeína e/ou exercício físico e chá verde amplifica a oxidação de gordura.
O consumo de chá verde é uma alternativa relevante para a melhora do desempenho, estimulação da oxidação de gordura e atividade antioxidante, particularmente pelos efeitos dos seus polifenóis, sendo relevante para o tratamento de doenças decorrentes do estilo de vida ocidental e emagrecimento. Como também é fonte de cafeina, deve-se atentar aos quadros e momentos onde esse nutriente não convém. Para a adoção dessa e de outras estratégias nutricionais procure um Nutricionista.

Este texto foi escrito por Ismael Oliveira, integrante da equipe de nutrição da SNC-Salvador, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido. Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail: nutricao@sncsalvador.com.br. Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor. Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador).

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.