Sem categoria

Dietas hipocalóricas: vantagens e desvantagens

Pensando na melhora da composição corporal ou como terapia no tratamento de condições clínicas como obesidade, as dietas hipocalóricas atraem grande número de adeptos. Mas o que são as dietas hipocalóricas?

            São aquelas que possuem restrição de calorias, porém, com equilíbrio entre os nutrientes, o que irá produzir  balanço energético negativo onde acontece maior gasto calórico em comparação a ingestão alimentar, favorecendo, assim, a perda de peso e a redução de gordura corporal. Porém, seus benefícios vão além disso, podendo ter outros efeitos positivos como melhora do perfil lipídico e glicêmico e aumento da longevidade. Sendo assim, além da perda de gordura corporal, ainda há melhora na qualidade de vida. Quando o exercício físico é associado a essa prática, os resultados são ainda mais interessantes, pois, além de fornecer mais energia e disposição, evita que o praticante reduza massa muscular, sendo que essa perda poderia limitar o sucesso do tratamento a longo prazo.

            Apesar dos seus benefícios, existem cuidados que devem ser tomados para que não haja efeitos adversos. É muito importante que essa alimentação seja rica em nutrientes de boa qualidade, pois se não ocorrer, é possível que haja déficit de vitaminas e minerais, o que prejudicaria o funcionamento ideal do metabolismo já que esses nutrientes estão envolvidos em vários processos metabólicos e auxiliam a potencializar a eliminação de gorduras. Em alguns casos, é necessário inclusive a suplementação desses nutrientes para não haver prejuízo no processo de emagrecimento. A imunidade e disposição diária podem ser prejudicadas inicialmente, até que o corpo consiga se adaptar à restrição. No entanto, essa adaptação quando ocorre por completo, pode-se reduzir a resposta dessa estratégia nutricional para o emagrecimento, situação que demonstra o momento de mudança de planos para que gere novo estímulo emagrecedor. É fundamental pontuar que dietas hipocalóricas a longo prazo podem reduzir o metabolismo corporal e levar até quadros de hipotireoidismo em determinadas situações.

            Como discutido, a dieta hipocalórica é uma possibilidade para melhora da composição corporal, porém, para que esta seja feita de maneira adequada, sem efeitos colaterias, é imprescindível o acompanhamento de um nutricionista que adeque a dieta de acordo com as suas necessidades específicas e para manutenção do peso corporal de maneira saudável. Portanto, sempre procure um profissional para obter melhores resultados!

            “Esse texto foi escrito por Isabel Oliveira, baseado em artigos científicos”. Todo material pode ser disponibilidade quando requerido.

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@sncsalvador.com.br

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador)”.

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.