Sem categoria

Suplementação para Treino Concorrente

A prática de exercício físico de forma regular proporciona diversos benefícios à saúde, pois é capaz de estimular uma série de adaptações fisiológicas e bioquímicas, que auxiliam na prevenção do sobrepeso e obesidade, melhora a resposta insulínica, diminuem risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares e outras doenças crônicas não transmissíveis, assim como promovem melhorias na capacidade cardiorrespiratória e no aumento de força.
O treinamento resistido é uma modalidade que exige a aplicação de força contrária à resistência, por um curto período de tempo. Este tipo de treinamento é caracterizado por promover maiores ganhos de força e aumento da massa muscular, o que o torna um meio eficiente para quem deseja hipertrofia.
Já o treinamento de resistência é aquele no qual a presença de oxigênio é necessária para utilização dos substratos que fornecerão energia para a realização do exercício. Auxiliam, principalmente, no sistema cardiorrespiratório e vascular.
O modelo de treino que combina exercícios aeróbios com anaeróbios de forma intervalada, contínua ou sequencial é chamado de treinamento concorrente, pois combinam força (anaeróbio) e resistência (aeróbio) em uma mesma sessão de treino. Este tipo de treinamento pode ser utilizado para melhorar o desempenho em modalidades esportivas, reabilitação de lesões, além de ser capaz de aumentar o gasto energético, tanto durante como após o exercício físico.
A falta de substrato energético para a realização do exercício e a fadiga podem ser fatores limitantes no desempenho nesse tipo de treinamento. Assim, o uso de alguns suplementos pode ser uma alternativa interessante para a melhora do rendimento em treinos concorrentes
A capacidade de realização de força no treino resistido sequencial pode ser preservada a partir da suplementação de creatina, que é uma substância importante para a contração muscular. Esta é sintetizada endogenamente pelo fígado, rins e pâncreas, a partir dos aminoácidos glicina e arginina. Sua suplementação pode ser interessante para a melhora do rendimento, pois promove maior ressíntese energética durante o exercício.
A cafeína é uma substância que possui ação estimulante do sistema nervoso central e do músculo cardíaco. Ao se ligar aos receptores da adenosina, a cafeína impede que esta exerça seus efeitos de diminuição da atividade neuronal, melhorando a disposição e diminuindo a percepção de fadiga, podendo melhorar a realização do treinamento.
Além disso, a suplementação de proteínas de rápida absorção, como a whey protein, é uma estratégia interessante para auxiliar na sinalização da síntese proteica, recuperação e construção muscular, assim como para redução da dor muscular tardia. Quando associadas com a oferta de carboidratos é capaz de potencializar a recuperação de glicogênio muscular.
Assim como essas, existem diversas estratégias suplementares que auxiliam na melhora do rendimento em diferentes tipos de treinamento. Por isso, a avaliação por um nutricionista é muito importante para a construção de uma estratégia suplementar individualizada.
Este texto foi escrito por Helen Costa, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido.
Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@sncsalvador.com.br. Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.