Sem categoria

Leite e inflamação

O leite é um alimento de fácil consumo e com uma excelente composição nutricional. É rico em nutrientes como cálcio, magnésio, zinco e proteínas, como a caseína e as proteínas do soro do leite, que desempenham diversas funções essenciais no organismo. O magnésio, por exemplo, atua no metabolismo energético, o zinco tem ação na imunidade, o cálcio age na saúde óssea, a as proteínas são essenciais para estrutura muscular.

Apesar desses benefícios, muito se fala sobre leite e processos inflamatórios, o que acarretaria prejuízos à saúde. Entretanto, será que essa informação é mesmo válida?

Mas qual seria a relação entre o leite e a inflamação? Primeiro precisamos entender que essa relação parte do pressuposto da condição atribuída as pessoas que possuem alergia/hipersensibilidade a proteína do leite de vaca, mais conhecida como APLV, onde são desencadeadas reações imunológicas, as quais são derivadas de um processo inflamatório. Entretanto, em pessoas que não possuem essa alergia, o leite será um alimento saudável que não terá nenhuma relação com a inflamação.

Estudos recentes mostram que o consumo de leite e seus derivados, em pessoas saudáveis, ao invés dessa ação inflamatória, pode possuir ação anti-inflamatória, independe do seu teor de gordura. A sua interação com a microbiota intestinal e as células do sistema imunológico fazem do leite um alimento prebiótico e protetor. Outros estudos ainda associam o consumo de leite e a redução de marcadores envolvidos nos processos inflamatórios como a proteína C reativa, interleucina 6 e fator de necrose tumoral.

Sendo assim, considerando pessoas saudáveis, mais estudos são necessários para comprovar que o leite possui propriedade inflamatória. Até então, os relatos literários mostram benefícios à saúde por atuar sobre a saúde intestinal, imunidade, além de ser um componente protetor de diversas doenças como a osteoporose, hipertensão arterial, diabetes tipo 2 e alguns tipos de câncer, como o colorretal e o de mama. É preciso atentar apenas a origem do leite, pois a depender de como e onde essa extração ocorra, podem haver substâncias indesejáveis  e estas sim prejudicam a saúde.

Em caso de dúvidas, para melhor ajuste do consumo alimentar e saber quais alimentos se encaixam na sua dieta, procure um nutricionista!

Este texto foi escrito por Isabel Oliveira, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido.
Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@sncsalvador.com.br
Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e o do site, por favor. Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador).

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.