Health Nutritions Suplementos Workouts

Suplementação para dançarinos

A dança é uma prática realizada há muito tempo pela humanidade, seu caráter pode ser cultural, religioso, profissional ou simplesmente recreacional, afinal, dança consiste no movimento ritmado do corpo ao som de uma música.  Esse movimento ritmado, muitas vezes intenso, quando praticado de maneira programada pode ser considerado um exercício físico. Uma característica importante, uma vez que o sedentarismo é um grande problema da sociedade atual.

A dança em geral é divertida, estimulante e contribui fortemente para o desenvolvimento da coordenação motora, equilíbrio e convívio social, sendo portanto, uma boa ferramenta para estimular pessoas de todas as faixas etárias a praticarem. Estudos recentes já comparam a dança com outras formas de exercício físico, mostrando ser tão eficaz quanto ou ainda melhor em relação a parâmetros como perda de gordura corporal, redução de triglicérides, capacidade motora e respiratória.

Existem vários ritmos e estilos de dança, desde os mais clássicos como ballet e dança de salão, até os mais modernos como hip hop. Podem ser praticados de maneira individual, em par ou em grupo. A dança em grupo vem se tornando cada vez mais popular e é muito comum a prática desse estilo em academias e festas, de maneira amadora. Por outro lado, muitos dançarinos fazem dessa prática a sua profissão, e por isso a melhora do desempenho se torna essencial.

A suplementação pode funcionar como um importante suporte para esses profissionais de dança. Uma das principais queixas dos dançarinos são os problemas articulares. Os grandes impactos e movimentos intensos e repetidos que exigem bastante das articulações, são comuns nesse público. Para auxiliar no tratamento, ou ainda prevenir uma possível lesão articular, a utilização de suplementos à base de glucosamina, condroitina, metilsulfonilmetano (MSM) e colágeno tipo II, também conhecidos como “joints”, torna-se ferramenta oportuna para performance.

Outra estratégia suplementar interessante são as proteínas, tanto de lenta quanto de rápida digestão e absorção. Isso porque a rotina alimentar dos dançarinos pode não estar adequadamente planejada, entretanto a musculatura esquelética é extremamente importante para esses profissionais e suplementos proteicos têm a finalidade de garantir a saúde dos músculos.

A utilização de creatina pode ser muito pertinente principalmente para os estilos de dança que exigem força e explosão. É comum em dançarinos a prática de saltos altos e o levantamento das parceiras, movimentos que estão diretamente envolvidos com a função da creatina.

A deficiência de vitamina D e micronutrientes em geral é frequente em diversos indivíduos, em especial aqueles que não costumam ter exposição solar constante e possuem alimentação inadequada (baixo aporte de vitaminas e minerais).  Como essas são praticas comuns em dançarinos, a suplementação de vitamina D e multivitamínicos nesse público é pode ser uma alternativa para evitar a redução do desempenho.

Antes de pensar em suplementação é preciso conhecer o indivíduo e as suas reais necessidades, assim como o estilo de dança praticado por ele, para então pensarmos em estratégias suplementares efetivas. Por isso a orientação profissional de um nutricionista é essencial para a melhora do desempenho de indivíduos dançarinos.

Este texto foi escrito por Rafael Teixeira, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido.
Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@sncsalvador.com.br
Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.
Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador).

Posts relacionados

Carnitina e desempenho

Rafael Soeiro

Antioxidantes e Exercício Físico

Rafael Fildes

Suplementação na Síndrome Metabólica

Mariane Áurea

Deixe um comentário