Sem categoria

Beta Alanina: Aplicabilidades

A beta alanina é um aminoácido produzido naturalmente no corpo humano e a sua síntese ocorre no fígado em pequenas quantidades. Na alimentação, este aminoácido está presente na carne vermelha e em aves. A associação entre a L-histidina e a B-alanina resulta na formação da carnosina (β-alanil-L-histidina), sendo esta reação realizada no organismo pela a ação da enzima carnosina sintetase. A carnosina por sua vez é encontrada no músculo esquelético em maior concentração nas fibras brancas (Tipo II). Sua função é agir como um agente tamponante, aumentando a tolerância as variações de pH.

O fator preponderante no surgimento da fadiga muscular durante a prática de exercícios físicos é o acúmulo de íons hidrogênio (H+). A suplementação de B-alanina é a forma mais adequada de aumentar as concentrações de carnosina intramuscular, afim de equilibrar o pH muscular nessas situações, consequentemente reduzindo a fadiga. Isso porque, a B-alanina está disponível em menor quantidade endogenamente e tem menor afinidade com a enzima, sendo desta forma o aminoácido limitante para a formação de carnosina.

É muito comum encontrar este aminoácido em formulações de pré-treinos ou até mesmo isoladamente. A dosagem discutida pelo ISSN (Sociedade Internacional de Nutrição Esportiva) em seu posicionamento sobre a utilização de B-alanina para o desempenho esportivo em 2015 é de 4 – 6g por no mínimo 4 semanas. O único efeito colateral com comprovação científica é a parestesia (sensação de coceira sobre a pele). Entretanto, este efeito é passageiro e pode ser evitado se a dose for ofertada de forma fracionada durante o dia.

Além da sua utilização para promover melhor rendimento esportivo, alguns trabalhos científicos descrevem outros benefícios com a suplementação de B-alanina. Pessoas idosas são mais propensas a acidentes domésticos como quedas, e a depender do grau lesivo do acidente pode resultar em morte. A perda de massa muscular em idosos é muito comum e implica na diminuição de força e resistência, o que está atrelado a redução dos níveis de carnosina no corpo. A suplementação de B-alanina foi capaz de aumentar os níveis de carnosina intramuscular melhorando parâmetros de força, resistência e até mesmo capacidade aeróbica em pessoas de 55 – 92 anos.

A carnosina possui ainda um grande potencial antioxidante, atua como protetor imunológico e inibe as formações de AGEs (produtos de glicação avançada) muito presente em doenças como a diabetes. Já o efeito antioxidante da B-alanina é retratado via quelação de metais ou a pela própria eliminação de radicais livres.

Um estudo realizado in vitro com células de ratos demonstrou que a B-alanina foi capaz de melhorar a oxidação de lipídios, carboidratos, aumentar a expressão de GLUT4 (captador de glicose) e também a expressão PPARs (receptores ativados por proliferadores de peroxissoma) que são responsáveis pela expressão de genes que comandam metabolismo oxidativo de substrato energético. O mecanismo de ação para esses resultados são ainda desconhecidos e mais estudos com análise destes parâmetros em humanos são necessários. Contudo, esse experimento trás uma possível aplicabilidade da B-alanina na área clínica no tratamento de doenças metabólicas e dislipidemia.

Sem dúvidas, B-alanina é uma alternativa de suplementação interessante e segura, com efeito ergogênico e na prática clínica comprovados cientificamente. Se você ficou interessado em suplementa-la devido aos seus benefícios, o nutricionista será o profissional mais adequado em lhe prescrever e orientar o uso da forma mais correta e individualizada.

“Este texto foi escrito por Bryan Stolze, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido. Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@sncsalvador.com.br. Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor. Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador).”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.