#maislife Health Sem categoria Suplementos

Glucosamina e condroitina na saúde articular

O uso de glucosamina e condroitina é bastante comum quando o assunto é saúde articular. Se há alguém com queixa de dor nas ‘’juntas’’(que nada mais são do que nossas articulações) em busca de maneiras de tratamento com certeza ela vai receber a sugestão do uso desses nutrientes e esse direcionamento se dá porque o uso da glucosamina e condroitina é propagado como estratégia medicamentosa e/ou nutricional que pode ajudar a reduzir as dores, a progressão da degradação articular, proteger a articulação em atividades de alto impacto, sendo uma das estratégias com mais adeptos e amantes quando o assunto da vez é promoção da saúde articular.

Bem, a explicação para tanta fama é que a glucosamina e a condroitina são substâncias com características condroprotetoras, o que significa que elas possuem as funções de estimular a capacidade de síntese das células que compõem o tecido articular e que são essenciais a integridade da cartilagem.  Atua ainda na diminuição da ação de enzimas que degradam a articulação, inibição da formação substâncias que geram seu enrijecimento. Ou seja, os condroprotetores têm um efeito positivo na matriz articular, aumentam a síntese de componentes benéficos, diminuem a ação dos que a degradam, favorecendo assim, a normalização da membrana sinovial e da matriz cartilaginosa.  Efeitos esses muito bem vindos para pessoas portadoras de osteoartrose/artrose/artrite, por exemplo, que podem se beneficiar da suplementação da glucosamina e condroitina, reduzindo a dor, melhorando a funcionalidade articular e tendo, consequentemente, um impacto notável sobre a qualidade de vida, visto que todo esse processo de dano que ocorre na articulação é progressivo e tende a debilitar gradativamente o portador, gerando redução da motilidade e dores frequentes, atingindo principalmente idosos.

Contudo, apesar do positivo retorno clínico do uso destes nutrientes e da segurança enquanto à sua toxicidade, a ciência ainda apresenta resultados controversos no tocante à sua eficácia, sendo referido como efeito placebo em alguns estudos. Publicações de notáveis revistas da ciência da saúde afirmam não haver problemas na manutenção do uso em pacientes com doenças articulares (osteoartrose) que já utilizam e gostam dos seus efeitos, mas não encorajam o início do uso em pacientes que nunca testaram a estratégia. Ainda com a inconsistência científica, o maior suporte dado à manutenção das indicações do seu uso é por parte dos tão bem reportados resultados clínicos, onde trouxeram redução de dor e melhora da motilidade, características fortemente sugeridas.

De todo modo, a orientação de um profissional capacitado é a melhor decisão a se tomar antes do início de qualquer estratégia. Converse com seu (sua) nutri e médico(a). Saúde!

Este texto foi escrito por Juliana de Andrade, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido.
Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@sncsalvador.com.br
Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.
Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador).

Posts relacionados

Dente de Leão (Taraxacum officinale)

Marcelo Caldas

BPA

Marcelo Caldas

Estratégias nutricionais para fotoproteção

Ismael

Deixe um comentário