Sem categoria

Acne: como a nutrição pode interferir

Certamente todos nós conhecemos ou já estivemos em contato com alguém que apresenta cravos ou espinhas. E isso não é de surpreender, já que acne é a disfunção de pele que mais se manifesta nas pessoas em todo o mundo, sem fazer distinção de sexo, nacionalidade ou religião. Não podemos definir apenas um motivo para a presença do quadro acneico no indivíduo, por se tratar de uma doença de cunho multifatorial.

O que é a acne?

Inicialmente precisamos compreender o que é a acne: trata-se de uma dermatite (inflamação na pele), que tem como padrão a formação de pontos de sebo, podendo ter como característica edemas avermelhados. Essas lesões ocorrem pela hiperqueratinização da pele, aliada ao aumento na produção sebácea e ao processo inflamatório ocorrido no folículo pilossebáceo. Ou seja, quando há um espessamento da pele, aumento da produção de sebo e maior colonização bacteriana dentro do folículo e o consequente aparecimento do cravo ou espinha.

Fatores ambientais, genéticos, nutricionais e hormonais, estão ligados ao acometimento da acne. Vamos então entender como a nutrição pode interferir na ocorrência da dermatite e como pode ajudar no tratamento.

Acne e nutrição

Como a alimentação vai interferir numa doença de pele? Na verdade, é bem mais simples do que parece. As escolhas alimentares que fazemos interferem diretamente em todo o nosso sistema, inclusive na pele. Uma alimentação baseada em carboidratos de alto índice e carga glicêmica, desbalanço no consumo de óleos a base de ômega 3 e ômega 6, sendo o ômega 6 mais consumido, podem levar ao aparecimento ou agravamento do quadro de acne, pelo potencial efeito inflamatório.

Quando consumimos alimentos refinados e açucarados, há um aumento nos níveis de dois hormônios: insulina e IGF-1. Com estes hormônios elevados, ocorre maior produção de sebo pelas glândulas sebáceas e deixa mais propício o aparecimento de cravos e espinhas.

Em um estudo realizado em 2017, por Burris e colaboradores, foi constatado que pessoas que apresentavam lesões acneicas consumiam mais carboidratos e possuíam níveis mais elevados de IGF-1 e insulina, do que as pessoas que não apresentavam a dermatose.

Melhorias através da nutrição

No entanto, da mesma forma que as escolhas alimentares podem causar ou agravar um caso de acne, a nutrição também está aqui para ajudar a prevenir e/ou melhorar o processo acneico. A estratégia acertada dependerá da origem do quadro acneico, mas algumas medidas gerais podem ser iniciadas. Melhores escolhas alimentares são chave para o processo, preferir carboidratos complexos, como raízes, frutas  e folhosos (fontes de antioxidantes), assim como a suplementação alimentar, podem ser grandes aliados dietéticos para que haja a melhoria.

Dentre os suplementos alimentares que vão trabalhar para restabelecimento de uma pele bonita e saudável estão: ômega 3 e GLA, que atuam como moduladores da inflamação; a coenzima q10 e goji berry, têm potencial antioxidante; além do zinco,  que inibe a infiltração de leucócitos na pele e reduz a atividade da enzima que permite maior produção da forma mais ativa da testosterona (DHT) e aumenta a produção de sebo; multivitamínicos e minerais também auxiliam no combate acneico.

Da mesma forma que o aparecimento de acne é multifatorial, é também necessário que haja  mudança no estilo de vida, em especial no quesito da nutrição, para que tenhamos uma melhor relação com nosso corpo e mente. Busque o auxílio de um profissional da área para determinar a estratégia mais viável para o seu contexto.

 

Este texto foi escrito por João Pedro Gantois, baseado em artigos científicos. Todo o material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido.

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@sncsalvador.com.br.

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos, mencione o nome do autor e do site, por favor.

Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador).

 

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.