Sem categoria

Cirurgia Bariátrica e Impactos Nutricionais

O tratamento clínico da obesidade envolve mudanças no estilo de vida e hábitos alimentares, com ou sem auxílio farmacológico. Quando estas mudanças não são suficientes e a situação do paciente é crítica, emprega-se o procedimento bariátrico.

A cirurgia bariátrica modifica o trato gastrointestinal, objetivando controlar e reverter quadros de obesidade severa. 

 

As cirurgias são divididas em três grupos, classificados pelos seus mecanismos de ação:

• Técnicas restritivas: reduzem a capacidade do estômago, aumentando a saciedade precoce, diminuindo a ingestão calórica.

• Técnicas disabsortivas: limitam a área de contato do alimento com as secreções digestivas e área de contato com o intestino, reduzindo a absorção de nutrientes.

• Técnicas mistas: mesclam características restritivas e disabsortivas.

 

As técnicas mais comuns são:

• Banda gástrica ajustável: reduz o volume do estômago por meio de um mecanismo que comprime a sua porção superior.

• Bypass ou Y-de-Roux: técnica mais utilizada no Brasil. O estômago é reduzido a um volume de aproximadamente 30ml e desviado para a porção jejunal distal do intestino, fazendo com que o alimento ingerido deixe de passar pelo duodeno e jejuno proximal, reduzindo tanto o volume ingerido, como a absorção dos nutrientes.

• Gastrectomia Vertical: técnica mais utilizada nos EUA, devido ao baixo grau de complicações pós-operatórias. Retira-se 80% do estômago, deixando-o em formato de tubo, com ou sem desvio para a porção ileal do intestino, reduzindo ingestão alimentar e a capacidade absortiva.

 

Cada procedimento possui inerentemente uma série de complicações específicas associadas que devem ser cuidadosamente discutidas com o seu médico.

Dentre os benefícios da cirurgia bariátrica destacam-se a perda de peso significativa e durável, melhora das comorbidades como diabetes tipo 2, hipertensão arterial, dislipidemias, apneia do sono e depressão.

Todos os pacientes submetidos a qualquer um dos tipos de procedimento estão sujeitos a deficiências nutricionais. As causas são variadas e vão desde a baixa ingestão dietética, escolhas alimentares ruins, até a má-absorção gerada principalmente pelas técnicas disabsortivas, que reduzem efetivamente a capacidade do organismo de captar alguns nutrientes.

A prevenção das deficiências exige acompanhamento periódico vitalício.

A reposição e incorporação destes nutrientes a partir da alimentação é a forma mais adequada de manter os estoques corporais, mas, no paciente bariátrico, alguns fatores sugerem a suplementação nutricional como indispensável, como a restrição da capacidade gástrica, diminuição da superfície de absorção e aumento da intolerância a diversos grupos alimentares.

A escolha dos suplementos deve ser criteriosa e considerar fatores como pH necessário para incorporação do nutriente ao corpo, dependência de enzimas digestivas, locais de absorção intestinal, via de administração e quantidades individualizadas.

 

Deficiências

As mais comuns são de ferro, proteína, cálcio, folato, tiamina, zinco, cobre, vitaminas D, B12, A, C e K. A falta de controle na ingestão destes nutrientes pode levar a complicações severas como anemias, desnutrição e osteoporose.

 

Para o paciente crítico, os benefícios da cirurgia bariátrica são inquestionáveis, mas antes da submissão ao procedimento, é necessário estar consciente sobre as condições às quais estará exposto. A possibilidade de reganho de peso existe e é iminente. A cirurgia não isenta o paciente de cuidados alimentares, muito pelo contrário, os torna ainda mais necessários.

A supervisão nutricional após o procedimento deve ser um hábito na vida do paciente para minimizar os riscos de déficits nutricionais e consolidar as modificações necessárias para uma boa qualidade de vida pós-cirurgia.

 

Este texto foi escrito por
Gabriel GDOCbaseado em artigos científicos.
Todo o material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido.

 

O que achou?

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@sncsalvador.com.br.
Por favor, respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos, mencione o nome do autor e do site.

Vem com a gente

Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador).

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.