Suplementação de Beta-alanina no esporte

Muitos atletas e praticantes de exercícios físicos têm recorrido aos recursos ergogênicos na tentativa de aprimorarem seu desempenho esportivo ou apenas por questões estéticas. Na literatura é difundida a ação ergogênica advinda da suplementação de maneira crônica do aminoácido não-proteinogênico beta-alanina, que a partir de sua combinação com o aminoácido L-histidina no músculo esquelético, forma o dipeptídeo carnosina.

A carnosina é conhecida principalmente por sua atuação fisiológica como um tamponante intracelular, evitando a queda do pH muscular que pode levar ao aparecimento da fadiga por mecanismos como redução da tensão músculo-esquelético ocorridos no exercício. Tal papel é observado devido a realização do transporte de íons H+ durante exercícios intensos do meio intra ao extracelular.

Estudos recentes relatam que a administração de β-alanina parece ser a melhor forma de aumentar os estoques musculares de carnosina que não só atua no retardo da fadiga muscular, prolongando a duração do exercício de alta intensidade, mas também no aumento da força e da potência produzida durante essas atividades, melhorando a performance de atletas e não-atletas.

Por fim, para a obtenção dos efeitos ergogênicos gerados a partir da suplementação de beta-alanina, levando ao aumento de carnosina muscular, é recomendado um loading mínimo de 2 semanas com dosagens diárias entre 3–6g.

A fim de avaliar se há a necessidade ou não da suplementação esportiva, consulte sempre um nutricionista.

Este texto foi escrito por Amanda Carneiro, integrante da equipe de Nutrição da SNC – Salvador, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido. Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail: nutricao@sncsalvador.com.br. Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor. Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *