Benefícios do HMB no esporte

Há muito tempo existia a repetição da máxima “ Treino é treino e jogo é jogo”, a questão é que o treino melhora a qualidade do jogo, dessa forma, melhorar o treino é contribuir para um jogo melhor. Nessa perspectiva, utilizar recursos como o HMB para melhorar a qualidade do treino é uma excelente estratégia, seja para iniciantes ou pessoas treinadas.

Aumentar a massa livre de gordura, a força, a potência, diminuir dor muscular tardia e até mesmo modificar alguns parâmetros hormonais, estão entre os resultados obtidos com uso do β-hidroxi-β-metilbutirato (HMB). Ele é um composto produzido a partir do aminoácido leucina, encontrado em produtos de origem animal como carnes, pescados, lácteos e ovos. Apenas 5% da leucina que ingerimos é convertida em HMB, dessa forma, tomando como exemplo o frango, seria necessário ingerir 3 kg de frango para produzir 3g desse metabólito. 

Os benefícios do HMB são vistos na estimulação da via da mTOR e liberação de GH, bem como na inibição da via da ubiquitina – proteassoma (reduz degradação muscular), tendo assim efeitos sobre a síntese proteica e lipólise. O HMB também pode melhorar o desempenho aeróbio, favorecer o aumento da gênese mitocondrial e da oxidação gordura, melhorar o metabolismo energético e o sistema de defesa contra radicais livres. Essa ação seria possível por aumentar a atividade da adenosina monofosfato quinase (AMPK) e do transcritor regulador de informações silenciosas (Sirt 1) e Sirt 3 em adipócitos e células do músculo esquelético.

A dosagem recomendada do HMB é de 3g fracionados ao longo do dia e por sofrer interação cinética com a glicose, é preferível que sua ingestão seja distante de refeições. Em duas semanas de suplementação os efeitos já são perceptíveis.

 Além de todos os benefícios já citados, o HMB não eleva a insulina, podendo ser utilizado, por exemplo, para evitar o catabolismo no aeróbio em jejum (AEJ). No entanto, mais estudos precisam ser produzidos para avaliar o papel do HMB nas alterações hormonais.

Este texto foi escrito por Amanda Oliveira, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido. Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@sncsalvador.com.br.

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos, mencione o nome do autor e do site, por favor. 

Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *