Zinco e Imunidade

O zinco é um nutriente que tem grande importância para o adequado funcionamento do nosso organismo, sabe-se que aproximadamente 10% das proteínas do genoma humano se ligam ao zinco, assim, é conhecido que ele está envolvido em diversos aspectos da bioquímica humana de alguma forma.

No entanto, estimasse que aproximadamente 2 bilhões de pessoas no mundo sofram de deficiência de zinco, prevalentemente devido à má-nutrição, este estado pode levar a diversas complicações clínicas, todavia a carência deste nutriente no organismo afeta, de forma mais austera, a resposta imune do indivíduo, pois atualmente é bem entendido a importância do zinco no adequado funcionamento do sistema imune, tanto para o inato quanto para o adaptativo.

A deficiência de zinco pode ocasionar em uma atrofia do timo, um órgão responsável pela diferenciação e maturação das células T, em outras palavras a deficiência de zinco pode levar uma ineficiência na ativação dessas células do sistema imune. Além das células T a carência deste nutriente leva a uma atividade prejudicada de diversas outras células do sistema imune, principalmente as células dendríticas, células natural killers, monócitos e leucócitos polimorfonucleares.

O zinco também tem um papel importante no aumento dos cílios brônquicos e na depuração mucociliar, que de forma simples irá dificultar a entrada de vírus na célula e o que irá diminuir a carga viral e, por conseguinte, os sintomas desta infecção viral.

Além de sua ação na depuração e aumento dos cílios brônquicos o zinco atua também na preservação das barreiras teciduais, isso tem grande importância para a imunidade pois um tecido epitelial integro também irá dificultar a entrada de vírus na célula e a entrada de patógenos na corrente sanguínea.

Percebemos assim que as células imunes necessitam do zinco para seu adequado funcionamento, consequentemente, durante uma infecção ou estresse imunológico a necessidade deste nutriente se encontrara aumentada, contudo, levando em consideração que não existem estoques de zinco no organismo, caso o aporte dietético não esteja adequado podemos ter uma depleção e uma resposta imune prejudicada nesses casos.

Em suma, concluímos que o adequado aporte dietético de zinco é de fundamental importância para a adequada resposta imunológica, os estudos atuais sugerem que a dosagem de 30mg de zinco por dia é o suficiente para regular e potencializar o sistema imune.


Este texto foi escrito por Samuel Lopes, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido.
Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@sncsalvador.com.br
Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.
Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (@sncsalvador/@sam_llopess)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *